terça-feira, 21 de maio de 2013

MAIS PROTESTOS EM NATAL/RN

Manifestantes fazem novo protesto no viaduto de Ponta Negra

Manifestantes que estão fazendo série de protestos contra aumento da tarifa de ônibus e pedindo melhor estrutura do sistema de transporte público começaram a se concentrar no ponto marcado, no viaduto de Ponta Negra, por volta das 8h10. Hoje (21), membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) também devem participar.

Rafael Barbosa/ celular

Momento da chegada dos manifestantes, pouco depois das 8h no viaduto de Ponta Negra
Esse é o segundo dia de protesto nesta semana e o quarto desde o anúncio do aumento da passagem de ônibus, na semana passada. Apesar de a primeira manifestação ter sido marcada por confrontos entre protestantes e policiais, os dois protestos seguintes não tiveram ações de vandalismo, bem como ação truculenta da Polícia Militar.

Rafael Barbosa/ celular

PRF dialoga com manifestantes e apresenta conteúdo da medida judicial que impede fechamento da rodovia federal


Desde que foi anunciado o local do protesto desta terça-feira, ainda ontem (20), o juiz Magnus Augusto Costa Delgado, da 1ª Vara Federal determinou que os governos federal e estadual, através de suas forças policiais, prendam qualquer grupo que interdite qualquer trecho da BR-101, incluindo as marginais.

Rafael Barbosa/ celular

Corpo de Bombeiros e PRF chegaram ao local antes dos manifestantes para impedir que protesto feche a BR-101
O Corpo de Bombeiros e a Polícia Rodoviária Federal chegaram ao local momentos antes da chegada dos membros do protesto.

Após tomar conhecimento do conteúdo apresentado na medida judicial, estudantes realizam plenária para decidir o que será feito em relação ao protesto.

Trabalhadores rurais vindos de diversas regiões do Estado se reúnem, na manhã de hoje, para participar do movimento “Grito da Seca”, em Natal. Anteriormente, o local de concentração do protesto estava marcado também no viaduto de Ponta Negra. Porém, na manhã desta terça o local foi transferido para a avenida Capitão Mor Gouveia devido à decisão do juiz Magnus Delgado. Manifestantes devem seguir da avenida até o Centro Administrativo do Governo do Estado. A mobilização tenta chamar a atenção das autoridades e da população para os problemas provocados pela seca.

FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário