sexta-feira, 24 de outubro de 2014

ELES SABIAM DE TUDO


CAPA DA ATUAL REVISTA VEJA 


veja_24_10_14


NOTA DO BLOG NASERRA:

Se é verdade ou não só o tempo dirá. Infelizmente só iremos saber após as eleições , e ai, se for mentira que se ache os inventores mirabolantes dessas noticias, agora se for verdade que se puna os (como se diz na linguagem policial) meliantes pois já chega de tanta corrupção, de tantos desmandos com o erário publico.

Pesquisa Istoé/Sensus

Pesquisa Istoé/Sensus: Aécio Neves lidera com nove pontos de vantagem sobre Dilma

Segundo pesquisa, o tucano tem 54,6% e a candidata petista soma 45,4% da preferência dos votos.

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, tem 9,2 pontos percentuais de vantagem para sua concorrente, Dilma Rousseff (PT), de acordo com pesquisa divulgada nesta sexta-feira (24) pelo instituto Sensus, na revista Istoé. Segundo o levantamento, o tucano tem 54,6% dos votos, e a petista 45,4%.

Ainda de acordo com a pesquisa, 11,9% dos eleitores ainda não escolheram em qual candidato irão votar. 

No levantamento, feito em cinco regiões do País e em 136 municípios, 44,2% dos eleitores disseram rejeitar a candidatura de Dilma, enquanto 33,7% a do tucano. 

O instituto entrevistou 2 mil pessoas, em 136 cidades de 24 estados, entre os dias 21 e 24 de outubro. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. 

Datafolha e Ibope mostram resultados diferentes

A pesquisa divulgada hoje mostra resultado diferente do divulgado na quinta-feira pelos institutos Ibope e Datafolha. Segundo o primeiro, considerando os votos válidos, a petista tem 54% e o tucano 46%. Já o Datafolha aponta que 53% dos eleitores preferem Dilma, enquanto 47% votarão em Aécio.

Portal da Band

FONTE


POSTADO POR

FEBRE CHIKUNGUNYA NO BRASIL

Médico e professor da UnB diz que vírus chikungunya chegou para ficar

Imagem Ilustrativa/blog NASERRA
Depois de confirmados 789 casos da febre chikungunya no Brasil, tudo indica que o brasileiro terá de conviver com a doença, que é semelhante à dengue. Na avaliação do médico Pedro Tauil, doutor em medicina tropical e professor da UnB, ela chegou ao país para ficar.

Segundo ele, o vírus tem os mesmos vetores da dengue, os mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus, que já estão instalados em todos os estados brasileiros. Além disso, já houve transmissão da febre chikungunya em três estados. Na Bahia, estão confirmados 458 da doença, enquanto no Amapá e em Minas Gerais foram registrados, respectivamente, 330 e um caso.

O médico adiantou que, por ter os mesmos vetores, a febre chikungunya deverá ter a mesma sazonalidade da dengue, ou seja, o período das chuvas será de picos de transmissão da doença.

Pedro Tauil esclareceu que a nova doença mata muito menos que a dengue, já que, apesar dos mesmos sintomas (febre alta, dor de cabeça e nas articulações), são raras as vezes em que apresenta casos com hemorragia. No novo vírus, a sintomatologia dura de três a dez dias.

Outra peculiaridade da febre é a intensidade e o tempo das dores nas articulações. Conforme Tauil, são poucos os casos em que essas dores são fortes e longas. “Na experiência dos franceses, pessoas ficam um ano [com dores articulares] e outras levam apenas alguns meses. A gente ainda não sabe o que faz essas dores permanecerem”, explicou Tauil.

Nesses casos, os pacientes podem precisar usar cortisona para atenuar a dor e até mesmo de tratamento com fisioterapeuta.

Na maioria dos casos, o paciente não precisa ser internado. Ele é tratado em casa, com remédios para aliviar dores e febre, conforme recomendação médica. De acordo com Tauil, para um bom tratamento, é importante o profissional distinguir dengue da chikungunya. 

As medidas preventivas são as mesmas da dengue. Até o fim de outubro, o governo federal, em parceria com estados e municípios, deverá concluir o Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti. O objetivo é identificar as larvas dos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus, os focos e depósitos de água onde foram encontrados.

O Ministério da Saúde reitera que, para prevenir a nova doença, são necessárias medidas simples como verificar o fechamento da caixa d água, não acumular vasilhames em quintais, desentupir calhas e colocar areia em pratos sob vasos de plantas.

Desde a confirmação de casos da febre chikungunya no Caribe, no fim de 2013, o Ministério da Saúde elaborou o Plano Nacional de Contingência, que definiu, entre outras metas de controle da doença, a intensificação das atividades de vigilância, respostas da rede de saúde, divulgação de medidas às secretarias, preparação de laboratórios de referência para diagnósticos e o treinamento de profissionais.


Brasília
Aline Leal 
Repórter da Agência Brasil
Edição: Armando Cardoso


FONTE

POSTADO POR


ENERGÉTICOS PODEM MATAR

Energético pode causar arritmia e levar à morte, afirmam pesquisadores

Nos adultos, a bebida tende a aumentar o risco de hipertensão e de diabetes

O aumento do consumo de energéticos pode representar perigo para a saúde pública. De acordo com o presidente do Grupo de Estudos de Cardiologia do Esporte da SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia), Daniel Jogaib Daher, o perigo existe por causa da presença de cafeína, taurina, ginseng e guaraná, entre outros ingredientes na bebida, o que podem desencadear arritmia e, em casos extremos, levar à morte.

Segundo o especialista, o maior problema é o consumo da bebida energética nas baladas, como se fosse um refrigerante.

― Como são, na verdade, estimulantes neuropsíquicos, os energéticos podem ser muito deletérios [nocivos à saúde] para o corpo.

De acordo com um estudo publicado na revista Frontiers in public Health, logo após a ingestão o problema é a cafeína, mas em médio e longo prazo os efeitos podem ser cumulativos.

Os pesquisadores identificaram como efeitos possíveis do consumo de energéticos por crianças as arritmias, hipertensão, estimulação do sistema nervoso central, vômitos, acidose metabólica, convulsão, parada cardíaca e mesmo morte. Nos adultos, a bebida tende a aumentar o risco de hipertensão e de diabetes, já que a cafeína reduz a sensibilidade à insulina e aumenta o risco de aborto espontâneo.


Fonte: R7


FONTE

POSTADO POR

LULA, CACHORRO LOUCO ?

Herdeiro do jornal Estado de Minas chama Lula de “cachorro” no Facebook

O diretor-executivo do jornal mineiro fez o desabafo pelo Facebook, após voltar de um comício do presidenciável tucano Aécio Neves



Geraldo Costa Neto, herdeiro do jornal Estado de Minas, atacou o ex-presidente Lula e a candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, em uma publicação no Facebook. Depois de participar de um comício do presidenciável Aécio Neves (PSDB) em Belo Horizonte, ele desabafou na rede social.

Ao criticar as últimas declarações de Lula, chamou o petista de “cachorro louco verborrágico” e disse que ele “jogou a biografia no lixo”. Além disso, afirmou que o eventual próximo governo de Dilma Rousseff não terá governabilidade e que o Brasil se libertará “da página mais negra da política recente”.

Confira a publicação na íntegra:

Acabo de voltar do comício do Aécio Neves . Foi um discurso histórico, de estadista, de gente grande, que pensa no país. Estou convicto de que ele vai ganhar as eleições.

Mas como bom atleticano, sempre me preparo para o pior. E desta vez estou me preparando de verdade. Este ódio que o PT está semeando no país não é decente. “Nos contra eles”. “Sul contra norte”.

Isto é um absurdo. vocês não podem fazer isso e continuar governado o país como se nada tivesse acontecido, vocês passaram e muito do limite! É um horror o que esta acontecendo! Blasfemando, caluniando, isso é coisa de gente baixa, sem valores, que se unem com a cúpula da corja deste país, como maluf, color, barbalho, juntando com o resto dos seus para subtrair o publico, sobre o pretexto de que tiraram pobres da miséria. Isso não lhes dá passe livre para fazer o que quiserem. Chamar uma pessoa de bem de neonazista é coisa de cachorro louco verborragico, se é que este cachorro louco soube o que foi o holocausto de fato.

Ganha-se e perde-se na vida, mas os valores não mudam de acordo com os números da ultima pesquisa. Valor não tem duas caras. Não se faz a coisa na surdina, para fisgar o desprevenido, o desinformado, o humilde. E eu pensando que este cara iria entrar para a historia como um dos grandes….Jogou a biografia no lixo mais sombrio.

Não é esse o país que quero para os meus filhos! E por favor, se o pior acontecer, coisa que eu não acredito, deletem meu nome no face. Amizade a partir de agora só faço com quem tem os mesmos princípios que os meus. Dirijam-se a mim somente profissionalmente, mesmo que seja para vingança, que eu já estou esperando. De outro modo, não terão minha atenção.

Vocês não terão governabilidade, caso vençam, e isso não é uma ameaça, é uma premunição. Vocês estão pisoteando na cabeça de milhões de pessoas de bem, que tem alma e principio. Elas não esquecerão disso. Só para ter um punhado de votos a mais. Isto não se faz!!! O jogo de vocês não esta sendo disputado dentro das quatro linhas. Colocam inverdades na boca dos outros e se rogam de santo. O tombo de quem faz isso geralmente vem na proporção, não sei, deve estar na bíblia.

Não sei se vou arrepender do que estou escrevendo, mas saibam que este é o meu sentimento que esta entalado ao ver que essas cenas de calunia a luz do dia não serão punidas por nenhuma instancia. Fosse num país serio…Não, isso não é correto. Não vale tudo. O tudo tem seu preço, e os juros estão correndo, mais dos que vocês colocaram na nossa economia.

Mas para o bem das pessoas de valores deste país, vocês serão derrotados e o Brasil se libertará da página mais negra da política recente.


Fonte: Portal Forum


VIA

POSTADO POR


Código de Trânsito Brasileiro

Código de Trânsito Brasileiro sofrerá alteração a partir de 1º de novembro

Objetivo da mudança é que até 2020 o número de acidentes de trânsito no país diminua cerca de 50%




A partir do dia 1º de novembro o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) sofrerá algumas alterações que tornará mais rígida a punição para a desobediência de 11 artigos que fazem parte do CTB. As maiores mudanças aconteceram no que diz respeito as ultrapassagens, que, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), são as responsáveis por boa parte dos acidentes nas estradas.

Ultrapassagens indevidas realizadas pela contramão e pelo acostamento agora ambas são consideradas infrações gravíssimas e deverão ter o valor multiplicado por cinco, o que equivale dizer que a multa será de R$ 957,70. Já para a ultrapassagem forçada, mesmo que em local permitido, a infração deverá ser multiplicada por dez, passando a multa a ser de R$ 1.915,40. “As ultrapassagens forçadas são aquelas em que o condutor percebe que vem um veículo no sentido contrário e mesmo assim tenta realizar a ultrapassagem, obrigando o outro veículo a desviar e até mesmo ir para o acostamento”, explicou o inspetor Roberto Cabral, que ainda completou. “Mais de 30% dos casos de acidentes registrados no Rio Grande do Norte são acidentes frontais, causados exatamente pelos equívocos no momento das ultrapassagens”.

As multas para quem estiver participando de rachas, competições e exibições não autorizadas passaram para R$ 1.915,54 (dez vezes o valor da multa gravíssima, que é de R$ 191,54). Em todos os casos, se o condutor cometer a mesma infração em um período de 12 meses, o valor da multa será dobrado.

Alguns crimes de trânsito também sofreram alterações. “Quem estiver sob influência de álcool poderá ficar recluso por até quatro anos. Quem estiver participando de um racha, pode ficar por até três anos. Se alguém ficar ferido em decorrência dessa prática, a pena pode aumentar para quatro anos. Se resultar em morte, a pena será de cinco a 10 anos”, destacou Roberto Cabral.

As mudanças no CTB fazem parte de um conjunto de medidas para tentar diminuir, até 2020, o número de mortes em acidente de trânsito em 50%. “A PRF chegou com essa proposta para o Governo e em maio deste ano a mudança foi publicada no Diário Oficial da união. O período de seis meses para que pudesse entrar em vigor é exatamente para que todos possam se adequar as mudanças”, afirmou o inspetor.

Para o tenente Styvenson Valentim, do Comando do Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE), as alterações no CTB vêm em um bom momento. “As mudanças não foram feitas sem fundamente. Existe um histórico de acidentes relacionados a esses artigos do CTB. Para mim, tudo o que puder ser feito para tentar diminuir o número de acidentes de trânsito e preservar a vida, tem que ser feito. Infelizmente as pessoas só mudam quando existe uma lei mais rígida. Com as punições mais altas, a tendência é que a situação melhore”.

Styvenson ainda sugeriu uma outra mudança para garantir melhor segurança no trânsito. “Nós temos diversas leis que tentam diminuir o número de acidentes no trânsito. Um dos principais problemas é o pessoal que dirige em alta velocidade. Por mim a velocidade máxima de um carro deveria ser limitada. Para que produzir um carro que atinge 300 km/h? O que ocorre é que quem tem um carro desses vai querer andar rápido e vai provocar acidente”.

No ano de 2013 foram registrados nas rodovias federais do RN 3.970 acidentes, com 2.044 feridos e 208 mortes. Já em 2014, até dia 21/10, foram registrados 2.880 acidentes, com 1.519 feridos e 112 mortes. Até o momento, observa-se redução em todos os números. Com relação as ultrapassagens proibidas, a PRF aplicou 6.999 multas no ano de 2013 e 2030 multas até setembro de 2014.

Confira as principais mudanças nas infrações de trânsito

Rachas, competições e não autorizadas

A primeira grande alteração se refere a corridas, competições, eventos, demonstrações de perícia e condutas assemelhadas, não autorizadas pela autoridade de trânsito competente. Essas condutas estão tipificadas nos artigos 173, 174 e 175 do Código de Trânsito Brasileiro – CTB.

Os condutores que forem flagrados praticando alguma das atividades citadas ou, ainda, utilizando-se de veículo para demonstrar ou exibir manobra perigosa, mediante arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou arrastamento de pneus, estarão sujeitos à penalidade de multa de R$ 1.915,54, suspensão do direito de dirigir e apreensão do automóvel.

Ultrapassagens

A outra grande alteração trata das condutas relacionadas às manobras de ultrapassagens, responsável por inúmeros acidentes fatais. O legislador igualou as infrações referentes a ultrapassagens indevidas realizadas pela contramão e pelo acostamento. Agora, ambas são gravíssimas e deverá ter o valor multiplicado por cinco, o que equivale dizer que a multa será de R$ 957,70.

Já o condutor que forçar passagem entre veículos, mesmo que em local permitido, a infração deverá ser multiplicada por dez, passando a multa a ser R$ 1.915,40, e, em caso de reincidência nos 12 meses seguintes, a multa será aplicada em dobro, chegando ao valor de R$ 3.830,80.

Mudanças nos crimes de trânsito Homicídio Culposo na direção de veículo automotor

A inclusão do §2° no artigo 302 do CTB muda a pena de detenção, de dois a quatro anos para reclusão, de 2 a 4 anos, nos casos em que o agente conduz veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência ou participa, em via, de corrida, disputa ou competição automobilística ou ainda de exibição ou demonstração de perícia em manobra de veículo automotor, não autorizada pela autoridade competente.

Rachas, competições e exibições não autorizadas

O art. 308 do CTB foi o que teve as mais profundas modificações. Os §1° §2°, acrescentados pela lei 12.971/14, tornaram-no mais grave que o Homicídio (art. 302) ou a Lesão Corporal (art. 303), todos do CTB.

Segundo a nova redação, a pena de detenção passa de seis meses a dois anos para seis meses a três anos, cumulada com multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

Caso o agente aja com culpa e o crime resulte em lesão corporal de natureza grave, a pena é de reclusão, de três a seis anos, sem prejuízo das outras penas previstas. Caso resulte em morte, a pena é de reclusão de cinco a dez anos, de mesmo modo, sem prejuízo das outras penas previstas.

Outras alterações

Por fim, a Lei 12.971/2014 acrescenta o exame toxicológico para verificação da influência de substância psicoativa (§2° e §3° do art. 306 do CTB) e retira a possibilidade da pena de suspensão ou a proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor ser aplicada como penalidade principal, podendo esta ser somente imposta isolada ou cumulativamente com outras penalidades (art. 292 do CTB).


Diego Hervani
Repórter 

FONTE

POSTADO POR